— Estudos Bíblicos —

Verdade Presente Mateus 24:14.
10/02/2018

"A Verdade Presente: Mateus 24:14"

Baixar

Mateus 24:14: "E este "evangelho" do reino será "pregado" em todo o mundo, em "testemunho" a todas as nações, e "então virá o fim."

Apocalipse 14:6-7 "6- E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo. 7- Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas."

A Última Obra

  • Por Fábio Soares

    Aqui vemos uma profecia em relação aos Cristãos nos ultimos dias, Jesus testifica que antes do fim, algo muito importante deverá acontecer, cabe a cada servo de Cristo saber sua parte para apresar a volto do nosso Redentor.

    “Vinde a Mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas. Porque o Meu jugo é suave e o Meu fardo é leve.” Aquele que mais se aproxima da perfeição da divina benevolência de Cristo causa alegria entre os anjos celestiais. O Pai Se regozija a seu respeito com cânticos; pois, acaso, não está trabalhando no espírito do Mestre, sendo um com Cristo assim como Ele é um com o Pai? Fundamento da Educção Cristã, Pág. 480.

    “Todos nós com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória [de caráter em caráter], na Sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito.” Os que amam e servem a Deus devem ser a luz do mundo, brilhando entre as trevas morais. Mas nos lugares que receberam a maior luz, onde o evangelho mais tem sido pregado, as pessoas — pais, mães e filhos — têm sido instigadas por um poder de baixo a unir seus interesses a projetos e empreendimentos mundanos. Fundamento da Educção Cristã, Pág. 480 - 481.

    A condição para ser admitido na família do Senhor é sair do mundo, separando-se de todas as suas influências contaminadoras. O povo de Deus não deve ter ligação alguma com a idolatria em qualquer de suas formas. Eles devem atingir uma norma mais elevada. Devemos separar-nos do mundo, e então Deus declara: “Eu vos receberei como membros de Minha família real, filhos do celeste Rei.” Como crentes na verdade devemos ser diferentes, na prática, do pecado e dos pecadores. Nossa cidadania está no Céu. Fundamento da Educção Cristã Pág. 481.

Com a degradação do homem seu intelécto, suas capacidades físicas, mental e espiritual tem sido afetada considerávelmente, no texto: "E este "evangelho" do reino será "pregado" em todo o mundo, para "testemunho" a todas as nações, e "então virá o fim." Mateus 24:14. não são devidamente compreendido, assim sendo vamos entender cada palavra em destaque no contexto bíblico.

O Que é Evangelho?

Evangelho: "Boas novas", "Palavra de Deus", "Verdade".

Evangelho: Romanos 1:1-3. 1- PAULO, servo de Jesus Cristo, chamado para apóstolo, separado para o evangelho de Deus. 2- que Ele antes prometeu pelos seus profetas nas santas escrituras, 3- acerca de Seu FILHO JESUS CRISTO, nosso Senhor, que foi feito da semente de Davi, segundo a carne.

Boas Novas: Lucas 2:8-11 8- Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho. 9- E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. 10- E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago "boa nova de grande alegria", que será para todo o povo: 11- Pois, na cidade de Davi, "vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor".

Palavra de Deus: João 1:1-2, 14. 1- No princípio era o " Verbo, e o Verbo estava com Deus, " e o Verbo era Deus" 2- Ele estava no princípio com Deus; 14- E o "Verbo se fez carne, e habitou entre nós", e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de "verdade"

Verdade: João 14:6. 6-Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, "e a "verdade". e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

Evangelho: Boas Novas Evangelho: Palavra de Deus Evangelho: A Verdade Evangelho: Cristo
Lucas 2:8-11. JOão 1:1-2, 14. JJoão 14:6. Romanos 1:1-3.

Jesus Cristo é o "único evangelho" a ser vivido em nossos dias, para "testemunho a toda nação, tribo, lingua e povo!"

Declara-se que esta mensagem é parte integrante do “evangelho eterno.” A obra de pregar o evangelho não foi cometida aos anjos, mas confiada aos homens. Santos anjos têm sido empregados na direção desta obra; têm eles a seu cargo os grandes movimentos para a salvação dos homens; mas a proclamação do evangelho propriamente dita é efetuada pelos servos de Cristo sobre a Terra. — O Grande Conflito, Pág. 312. —

  • Por Fábio Soares

    Os anjos tem sua parte importante a realizar na terra, porém viver segundo o modo que Cristo viveu cabe unicamente a raça caída, pois é a mesma que deve se regenerar, pela atuação do Espirito Santo.

Verdaddeira Pregação

2 Corintios 3:2. "Vós sois a "nossa carta", escrita em nossos corações, "conhecida e lida" por todos os homens".

1 corintios 9:27. Antes "subjugo o meu corpo", e o reduzo à "servidão", para que, "pregando aos outros", eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar "reprovado".

Mateus 7:24-27. 24- Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras," e as pratica", assemelhá-lo-ei ao "homem prudente", que edificou a sua casa sobre a rocha; 25- E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a "Rocha". 26- E aquele que ouve estas minhas palavras," e não as cumpre", compará-lo-ei ao homem "insensato", que edificou a sua casa sobre a "areia"; 27- E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi "grande a sua queda."

Quando você termina sua "pregação no púlpito", o trabalho apenas começou. Você não está liberado das responsabilidades quando se encontra "fora das reuniões" , mas deve ainda manter sua "consagração" à obra de salvar almas. Você deve ser uma carta viva, “conhecida e lida por todos os homens”.

O que "ensina a Palavra" precisa, ele próprio, "viver" consciente e contínua comunhão com Deus pela "oração e estudo de Sua Palavra"; pois nela está a fonte da força. A "comunhão com Deus" comunica aos esforços do pastor um poder maior que a influência de sua "Pregação"

É essencial um conhecimento teórico das verdades, mas o conhecimento da maior verdade não nos salvará. Nosso conhecimento precisa ser prático. O povo de Deus precisa não apenas saber a Sua vontade, mas praticá-la. Muitos serão eliminados do número dos que conhecem a verdade por não terem sido santificados por ela. A verdade precisa ser levada ao seu coração, santificando e limpando de todo o mundanismo e sensualidade no mais íntimo de sua vida. O templo da alma precisa ser purificado. Todo ato secreto acontece como se estivéssemos na presença de Deus e dos santos anjos, pois todas as coisas se acham abertas diante de Deus e nada pode ser ocultado dEle. — Conduta Sexual, cap. 11, Imoralidade e Adultério —

Caráter verdadeiro e reflexão interior – Aquilo que uma pessoa é exerce maior influência do que aquilo que ela diz. A vida calma, sólida e de boas obras é uma carta viva, “conhecida e lida por todos os homens” (2Co 3:2). O homem pode falar e escrever como um anjo, mas seus atos podem lembrar um dos anjos caídos. Deus terá nos fiéis à verdade zelosos praticantes de boas obras. Ao ocuparem elevadas posições, serão provados por um padrão mais alto e serão peneirados. Defeitos e vícios serão investigados, pois, se permanecerem, vão se revelar em palavras e comportamento. O caráter verdadeiro não é algo a ser esculpido pelo lado de fora ou algo que se possa vestir, mas algo que irradia do interior. Se a verdadeira bondade, pureza, mansidão, humildade e justiça habitarem o coração, tudo isso será refletido no caráter e será cheio de poder. — Conduta Sexual, cap. 11, Imoralidade e Adultério —


  • Por Fábio Soares

    Muitos sobem nos púlpitos e fazem discursos elaborados para intreter o publicos, uma pregação nada mais é que o testemunho de uma vida de piedosa e cheia de bons frutos.

Testemunhas de Cristo

João 15:18-27. 18- Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim. 19- Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia. 20- Lembrai-vos da palavra que vos disse: Não é o servo maior do que o seu SENHOR. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós; se guardaram a minha palavra, também guardarão a vossa. 21- Mas tudo isto vos farão por" "causa do meu nome", porque não "conhecem"aquele que me enviou. 22- Se eu não viera, nem lhes houvera falado, "não teriam pecado" , mas agora não têm desculpa do seu pecado. 23- Aquele que me odeia, odeia também a meu Pai. 24- Se eu entre eles não fizesse tais obras, quais nenhum outro tem feito, não teriam pecado; mas agora, "viram-nas" e me odiaram a mim e a meu Pai. 25- Mas é para que se cumpra a palavra que está escrita na sua lei: Odiaram-me sem causa. 26- Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito de verdade, que procede do Pai, "ele testificará de mim". 27- E "vós também testificareis" , pois estivestes comigo desde o princípio.

Filipenses 2:14-18.14 -Fazei todas as coisas "sem murmurações nem contendas"; 15- Para que sejais "irrepreensíveis e sinceros", filhos de Deus "inculpáveis", no meio de uma "geração corrompida e perversa", entre a qual resplandeceis como "astros no mundo"; 16- Retendo a "palavra da vida", para que no dia de "Cristo" possa gloriar-me de não ter corrido nem trabalhado em vão. 17- E, ainda que seja oferecido por libação sobre o sacrifício e serviço da vossa fé, folgo e me regozijo com todos vós. 18- E vós também regozijai-vos e alegrai-vos comigo por isto mesmo.

Heróis da Fé

Hebreus 11 Ler o Capítulo Inteiro !

Todo o capítulo 11 da carta de Paulo aos Hebreus é um testemunho dos servos de Deus na terra, Quem vence pela fé tem uma história para contar, pois da testemunho de uma vida de serviço.

  • Por Fábio Soares

    Os heróis da fé receberam a aprovação de Deus Por uma vida de serviço e obediência, contudo não alcansaram a bendita promessa, por Deus ter preparada algo superior para nós, para que em nosso aperfeiçoamento possam eles também serem aperfeiçoado.

O Segredo de Deus

Apocalipse 10:7.Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando ele começar a soar, "o mistério de Deus será cumprido", como Ele delarou a seus servos, os profetas .

Colossenses 1:26-28. 26- O "mistério que esteve oculto" desde todos os séculos, e em todas as gerações, e que agora foi "manifesto aos seus santos"; 27- Aos quais "Deus quis fazer conhecer" quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é " Cristo em vós", esperança da glória; 28- A quem "anunciamos, admoestando" a todo o homem, e "ensinando" a todo o homem em toda a sabedoria; para que "apresentemos todo o homem perfeito em Jesus Cristo";

Ter o Caráter de Cristo

Efentos Finais, Pág. 40. Cristo aguarda com fremente desejo a manifestação de Si mesmo em Sua igreja. Quando o caráter e Cristo se reproduzir perfeitamente em Seu povo, então virá para reclamá-los como Seus.

Todo cristão tem o privilégio, não só de esperar a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, como também de apressá-la. Se todosos que professam Seu nome produzissem frutos para Sua glória,quão depressa não estaria o mundo todo semeado com a semente do evangelho! Rapidamente amadureceria a última grande seara e Cristo viria recolher o precioso grão.

Dando o evangelho ao mundo, está em nosso poder apressar a volta de nosso Senhor. Não nos cabe apenas aguardar, mas apressar o dia de Deus.

— Conduta Sexual, cap. 11, Imoralidade e Adultério — Pronto para trasladação – Deve existir um povo pronto para ser transladado para o Céu, o qual é representado por Enoque. Esses contemplam e aguardam a vinda do Senhor. O trabalho irá avançar com todos os que cooperarem com Jesus na obra de redenção. “O qual a Si mesmo Se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniquidade e purificar, para Si mesmo, um povo exclusivamente Seu, zeloso de boas obras(Tt 2:14). Deus tomou todas as providências para que possamos ser cristãos inteligentes, “de pleno conhecimento de Sua vontade, em toda a sabedoria e entendimento espiritual” (Cl 1:9).

  • Por Fábio Soares

    — Conduta Sexual, cap. 11, Imoralidade e Adultério — Perigos dos últimos dias – O perigo diante dos que vivem nesses últimos dias é a ausência de religião pura, a falta de santidade de coração. O poder convertedor de Deus não atuou na transformação de seu carácter. Dizem crer nas sagradas verdades, assim como a nação judaica, mas, ao fracassarem em praticar a verdade, ignoram tanto as Escrituras quanto o poder de Deus. O poder e 82 influência da lei de Deus estão à disposição, porém, não afetam sua espiritualidade, renovando-a em genuína santidade; portanto, o Senhor lhes envia Seus apelos e insiste que pratiquem o que é correto. Os apelos de Seu Espírito são negligenciados e rejeitados. As barreiras são quebradas, a alma se enfraquece e, por falta de força moral para triunfar, é poluída e se contamina. Estão se amarrando em feixes, como de lenha, para serem consumidos no último dia.

Repreensão

— Fundamentos da Educação Cristã, Pág. 480 Ler...! — Em Nossas Publicações não devemos exaltar a obra e o caráter de homens em posições de influência, mantendo constantemente seres humanos diante das pessoas.

Tempo do Fim
23/05/2018

Tempo Do FIM

Baixar

(Primeira Carta de João 5:3,) "Porque este é o amor de Deus: que guardei os seus mandamentos; Ora os seus mandamentos não são penosos."

" No Capítulo 24:12 do evangelho segundo Mateus nos é dito que no fim dos tempos, um pouco antes da volta de Cristo o amor de muitos esfriará, e os professos cristãos aguardam que algo baseado em sentimento não faça mais parte dos que vivem em seu meio"; baseiam o amor de Deus em meros sentimentos.

Fé Primitiva

— Primeiros Escritos Pág. 225, Cap. A Reforma — "Não podia levar os crentes a abandonarem sua fé e esperança. E mesmo na morte eles triunfaram com brilhante esperança de imortalidade na ressurreição dos justos. Eles tiveram energia mais que mortal. Não se aventuraram a dormir por um momento sequer, mas conservaram-se cingidos com a armadura cristã, preparados para o conflito, não meramente com inimigos espirituais, mas com Satanás na forma de homens cujo constante clamor era: “Abandonai vossa fé ou morrereis.” Esses poucos cristãos foram fortes em Deus, e mais preciosos a Sua vista que a metade do mundo que leva o nome de Cristo mas são covardes em Sua causa. Enquanto a igreja foi perseguida, seus membros estiveram "unidos em amor"; foram fortes em Deus. Aos pecadores não fora permitido unir-se com a igreja. Unicamente os que estavam dispostos a abandonar tudo por Cristo poderiam ser Seus discípulos. Esses preferiam ser pobres, humildes, semelhantes a Cristo."

(Evangelho de João 14:15) "Se me amais, guardais os meus Mandamentos".

(Carta de Paulo aos Romanos 13:10) "O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor".

O Que é Princípios

— Mensagens aos Jovens Pág. 394, Cap. 148 — Amor Verdadeiro — O amor é um precioso dom que recebemos de Jesus. A afeição pura e santa não é sentimento, mas princípio. Os que são movidos pelo" verdadeiro amor" não são irracionais ou cegos. Ensinados pelo Espírito Santo, amam a Deus acima de todas as coisas, e ao próximo como a si mesmos.

Princípios:

  1. Regra
  2. Norma, Moral/Conduta
  3. Preceito
  4. Lei!
"O verdadeiro Amor é a Guarda Dos Mandamentos de Deus"

Eventos Finais

A sacudidura

— Capítulo 12 - A Sacudidura — "Ser membro da igreja não é garantia de salvação", "A palha é separada do trigo", "A perseguição purifica a igreja", "Crentes superficiais renunciarão à fé", "O testemunho positivo produz uma sacudidura", "Críticas injustas causam perda de almas", "Falsas doutrinas afastam alguns", "A rejeição dos testemunhos resulta em apostasia", "Pastores não santificados serão eliminados", "A igreja talvez pareça estar prestes a cair", "Os fiéis de Deus serão revelados", "Novos conversos ocuparão os lugares dos que se retiram"

— Ler o Capítulo 12 do Livro Eventos Finais | A sacudidura — "Cada subtitulo mencionado acima, do capítulo 12 - "A Sacudidura" precisa ser estudado com a maior atenção, pois cada um desses subtítulos tem uma importante mensagem para ser observadas em nosso tempo, por ser relacionados com os últimos acontecimentos"

A Igreja de Deus Nos últimos Dias

Povo de Deus

"O povo de Deus guarda os seus mandamentos"

— Testemunhos para Ministros e Obreiros Evangélicos, 50, 58-59 — Deus tem na Terra uma "igreja" que está erguendo a lei pisada a pés, e apresentando aos homens o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. ... No mundo só existe uma "igreja" que presentemente se acha na brecha, tapando o muro e restaurando os lugares assolados. ... Sejam todos cuidadosos para não clamarem contra o único povo que está cumprindo a descrição dada do povo "remanescente, que guarda os mandamentos de Deus e tem a fé em Jesus." ... Deus tem um povo distinto, uma "igreja" na Terra, inferior a nenhuma outra, mas a todas superior em suas facilidades para ensinar a verdade, para vindicar a Lei de Deus.

Povo de Deus

"Eles Têm O Testemunho De JESUS"

— Mensagens Escolhidas 3:83-84. — Os homens poderão apresentar um ardil após o outro, e o inimigo procurará desviar as almas da verdade, mas todos os que crêem que o Senhor tem falado por intermédio da irmã White, e lhe tem dado uma "mensagem", estarão livres dos muitos enganos que surgirão nestes últimos dias.

Povo de Deus

"A Missão Especial Dos Adventistas Do Sétimo Dia"

— Testemunhos para a Igreja 5:381 — "O Senhor nos tornou os depositários de Sua lei; Ele confiou-nos a sagrada e eterna verdade, que deve ser transmitida a outros em fiéis "advertências, repreensões e encorajamento". .

Povo de Deus

"A Missão Especial Dos Adventistas Do Sétimo Dia"

— Testemunhos Seletos 3:140. — "Os adventistas do sétimo dia foram escolhidos por Deus como um povo peculiar, separado do mundo. Com a grande talhadeira da verdade Ele os cortou da pedreira do mundo, e os ligou a Si. Tornou-os "representantes Seus", e os chamou para serem "embaixadores Seus" na obra final de salvação. O maior tesouro da verdade já confiado a mortais, as mais "solenes e terríveis advertências" que Deus já enviou aos homens, foram confiadas a este povo, a fim de serem transmitidas ao mundo".

Povo de Deus

"A Missão Especial Dos Adventistas Do Sétimo Dia"

— Testemunhos Seletos 3:288. — "Em sentido especial foram os adventistas do sétimo dia postos no mundo como "atalaias" e portadores de luz. A eles foi confiada a última mensagem de advertência a um mundo a perecer. Sobre eles incide maravilhosa luz da Palavra de Deus. Confiou-se-lhes uma obra da mais solene importância: a proclamação da "primeira, segunda e terceira mensagens angélicas." Nenhuma obra há de tão grande importância. Não devem eles permitir que nenhuma outra coisa lhes absorva a atenção".

Aqui temos uma pequena colocação da importancia dos mensageiros de Deus nesses últimos dias, de um mundo que está preste a perecer, e logo a baixo temos algumas passagem bíblicas sobre os texto que se encontram destacados acima

Textos Bíblicos

Igreja: Remanescente: Mensagem: Advertências, Repreensões e Encorajamento: Atalaia:
"e a nossa amada Áfia, e a Arquipo, nosso camada, e a "Igreja" que está em sua casa." Filemom 1:2. "Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus." Apocalipse 14:16. "6- E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo, 7- Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas. 8- E outro anjo seguiu, dizendo: Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição. 9- E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, 10- Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. 11- E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome." Apocalipse 14:6-11. "Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha?" 1Coríntios 14:8. "A ti, pois, ó filho do homem, te constituí por "atalaia" sobre a casa de Israel; tu, pois, ouvirás a palavra da minha boca, e lha anunciarás da minha parte. 8 Se eu disser ao ímpio: Ó ímpio, certamente morrerás; e tu não falares, para dissuadir ao ímpio do seu caminho, morrerá esse ímpio na sua iniqüidade, porém o seu sangue eu o requererei da tua mão. 9 Mas, se advertires o ímpio do seu caminho, para que dele se converta, e ele não se converter do seu caminho, ele morrerá na sua iniqüidade; mas tu livraste a tua alma. 10 Tu, pois, filho do homem, dize à casa de Israel: Assim falais vós, dizendo: Visto que as nossas transgressões e os nossos pecados estão sobre nós, e nós desfalecemos neles, como viveremos então? 11 Dize-lhes: Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois, por que razão morrereis, ó casa de Israel?." Ezequiel 337-11.

" Só o amor desperta o amor. Conhecer a Deus é amá-Lo; Seu caráter deve ser manifestado em contraste com o de Satanás."

— O Desejado de Todas as Nações, Pág. 11. —.

Humildade de Cristo
23/05/2018

Humildade de Cristo

Baixar

(João 15:22-24.) "Aqui vemos uma profecia em relação a obra de Jesus na terra, em revelar a obra do pai, cristo revelaria os designios dos corações sejam eles maus ou bons, e a revelação da pessoa do pai ao qual Cristo tornou manifesto resultou em sua criscificação."

A Apresentação de Cristo

(Lucas 2:34-35.) ""E Simeão os abençoou, e disse a Maria, sua mãe: Eis que este menino é posto para a queda e o levantamento de muitos em Israel, e para um sinal que será contraditado (sim, e uma espada traspassará também a tua própria alma), para que os pensamentos de muitos corações possam ser revelados" "

Textos Bíblicos

Textos Passagens
Jeremias 1:10 "Vê, ponho-te neste dia sobre as nações e sobre os reinos, para desarraigares e para demolires, para destruíres e para combateres, para construíres e para plantares".
Jeremias 31:28 "E acontecerá que, conforme eu os vigiei, para arrancar, e para derrubar, e para transtornar, e para destruir, e para afligir, então eu os vigiarei, para edificar, e para plantar, diz o Senhor".
Deuteronômio 8:2 "E te lembrarás de todo o caminho pelo qual o Senhor teu Deus te conduziu esses quarenta anos pelo deserto, para te humilhar, e para te provar, para saber o que havia em teu coração, se guardarias os seus mandamentos, ou não".

Quem Odeia a Jesus

Os Perseguidores

— The S.D.A. Bible Commentary 5:1.145. — Ninguém será condenado por não fazer caso da luz e do conhecimento que nunca teve e não pôde obter. Muitos, porém, recusam obedecer à verdade que lhes é apresentada pelos embaixadores de Cristo, porque desejam acomodar-se ao padrão do mundo, e a luz que penetrou no seu entendimento, a luz que resplandeceu na alma, condená-los-á no juízo.

Lucas 15: 20-25. 20- Lembrai-vos da palavra que eu vos disse: O servo não é maior do que o seu senhor. Se perseguiram a mim, também perseguirão a vós; se guardaram a minha palavra, também guardarão a vossa. 21- Mas todas essas coisas vos farão por causa do meu nome, porque eles não conhecem aquele que me enviou. 22- Se eu não viera e nem lhes houvera falado, eles não teriam pecado; mas agora não têm capa para o seu pecado. 23- Aquele que me odeia, também odeia ao meu Pai. 24- Se entre eles eu não tivesse feito tais obras, as quais nenhum outro homem fez, eles não teriam pecado. Mas agora, tanto viram quanto odiaram, tanto a mim como ao meu Pai. 25-Mas isso aconteceu para que se cumpra a palavra que está escrita na sua lei: Eles me odiaram sem motivo.

Resultado do Orgulho

Orgulho
(Repreensão)

êxodo 4:22-23.. Quando os filhos de Israel estavam em servidão aos egípcios, o senhor instituiu a moisés a ir ter com Faraó, rei do Egito dizendo: "Israel é Meu filho, Meu primogênito, e Eu te tenho dito: Deixa ir Meu filho, para que Me sirva; Mas tu recusaste deixa-lo ir, eis que Eu matarei a teu filho, o teu primogênito".

Orgulho
(Rejeição)

êxodo 5:2. E Moisés entregou Sua mensagem; Mas a resposta do orgulhoso rei foi: "Quem é o senhor, para que eu obedeça Sua voz e deixe ir Israel? Não Conheço o Senhor, e não deixarei ir Israel" Êxodo 5:2.

Orgulho
(Resultado da Rejeição)

— DTN Cap. A Dedicação. — “Eis que Este é posto para queda e elevação de muitos em Israel, e para sinal que é contraditado”, dissera Simeão. Teriam de cair os que se quisessem erguer novamente. Precisamos cair sobre a Rocha e despedaçar-nos, antes de poder ser elevados em Cristo. O eu tem de ser destronado, abatido o orgulho, se queremos conhecer a glória do reino espiritual. Os judeus não queriam aceitar a honra que se obtém por meio da humilhação. Não receberam, portanto, o Redentor. Ele foi um sinal contra o qual se falaria.

Motivo da Repreensão
(Resultado da Rejeição)

Lucas 2:35 “Para que se manifestem os pensamentos de muitos corações”.

A luz da vida do Salvador, o coração de todos, desde o Criador ao príncipe das trevas, é manifestado.


Humilde e Manso

Mateu 11: 28-29. É através da vida de Cristo que aprendemos a ser manso e humilde, é contemplando a vida de Cristo que conhecemos a Deus, e assim nós apoderamos das forças de Deus e fazemos paz com Ele. "Vinde a mim, todos vós que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, pois eu sou manso e humilde de coração; E encontrareis descanso para as vossas almas".

Justiça de Cristo

TMO Cap. 16 Ninguém, a não ser Deus, pode subjugar o orgulho do coração humano. Não nos podemos salvar a nós mesmos. Não nos podemos regenerar. Nas cortes celestiais não se entoará o cântico: A mim que me amei a mim mesmo, e me lavei a mim mesmo, e me redimi, a mim seja glória e honra, a bênção e o louvor. Mas essa é a nota predominante do cântico entoado por muitos aqui neste mundo. Não sabem o que signifca ser manso e humilde de coração; e não o querem saber, se o puderem evitar. Todo o evangelho se resume em aprender de Cristo, Sua mansidão e humildade.

Justificação Pela Fé

— Special Testimonies to Ministers and Workers 9:61, 62 (1897). — O que é justificação pela fé? - "É a obra de Deus ao lançar a glória do homem no pó e fazer pelo homem aquilo que ele por si mesmo não pode fazer."

Reconhecendo a Mensagem

1ª Vez
(1844)

— O Grande Conflito Cap. 26 - Restauração da Verdade, Pg. 458. — Se todos os que trabalharam unidos na obra em 1844 tivessem recebido a mensagem do terceiro anjo, proclamando-a no poder do Espírito Santo, o Senhor teria poderosamente operado por seus esforços. "Caudais de luz ter-se-iam derramado sobre o mundo. Haveria anos que os habitantes da Terra teriam sido avisados, a obra final estaria consumada, e Cristo teria vindo para a redenção de Seu povo".

2ª Vez
(1888)

— Testemunho Para Ministro e Obreiro Evangélico Cap. 2. — Em Sua grande misericórdia, enviou o Senhor preciosa mensagem a Seu povo por intermédio dos Pastores Waggoner e Jones. Esta mensagem devia pôr de maneira mais preeminente diante do mundo o Salvador crucificado, o sacrifício pelos pecados de todo o mundo. Apresentava a justificação pela fé no Fiador; convidava o povo para receber a justiça de Cristo, que se manifesta na obediência a todos os mandamentos de Deus. Muitos perderam Jesus de vista. Deviam ter tido o olhar fixo em Sua divina pessoa, em Seus méritos e em Seu imutável amor pela família humana. Todo o poder foi entregue em Suas mãos, para que Ele pudesse dar ricos dons aos homens, transmitindo o inestimável dom de Sua justiça ao impotente ser humano. Esta é a mensagem que Deus manda proclamar ao mundo É a terceira mensagem angélica que deve ser proclamada com alto clamor e regada com o derramamento de Seu Espírito Santo em grande medida.

O Último Convite Divino
07/01/2019

O Último Convite Divino

Baixar

"Mas ninguém deverá sofrer a ira de Deus antes que a verdade se lhe tenha apresentado ao espírito e consciência, e haja sido rejeitada."

Mas ninguém deverá sofrer a ira de Deus antes que a verdade se lhe tenha apresentado ao espírito e consciência, e haja sido rejeitada. Há muitos que nunca tiveram oportunidade de ouvir as verdades especiais para este tempo. A obrigatoriedade do quarto mandamento nunca lhes foi apresentada em sua verdadeira luz. Aquele que lê todos os corações e prova todos os intuitos, não deixará que pessoa alguma que deseje o conhecimento da verdade seja enganada quanto ao desfecho da controvérsia. O decreto não será imposto ao povo cegamente. Cada qual receberá esclarecimento bastante para fazer inteligentemente a sua decisão. — O Grande Conflito Pg(Pdf) 528, Pg.(Fisico) 605. —

Em todas as gerações Deus tem enviado Seus servos para repreender o pecado, tanto no mundo como na igreja. Mas o povo deseja que se lhes falem coisas agradáveis, e a verdade clara e pura não é aceita. — O Grande Conflito Pg.(Pdf) 529, Pg.(Fisico) 606. —

Mensagem

Advettência

Repreender o Pecado

— O Grande Conflito Pg.(Pdf) 529, Pg.(Fisico) 606. — Em todas as gerações Deus tem enviado Seus servos para repreender o pecado, tanto no mundo como na igreja. Mas o povo deseja que se lhes falem coisas agradáveis, e a verdade clara e pura não é aceita. Muitos reformadores, ao iniciarem seu trabalho, decidiram-se a exercer grande prudência ao atacar os pecados da igreja e da nação. Esperavam, pelo exemplo de uma vida cristã pura, fazer voltar o povo às doutrinas da Bíblia. Mas o Espírito de Deus veio sobre eles, assim como viera sobre Elias, impelindo-o a repreender os pecados de um rei ímpio e de um povo apóstata; não podiam conter-se de pregar as claras afirmações da Escritura Sagrada — doutrinas que tinham sido relutantes em apresentar. Sentiam-se forçados a declarar zelosamente a verdade e o perigo que ameaçava as almas. As palavras que o Senhor lhes dava, eles as falavam, sem temer as conseqüências, e o povo era constrangido a ouvir a advertência.

Mensageiros

Humildes Instrumentos

— O Grande Conflito Pg.(Pdf) 529, Pg.(Fisico) 606. — Assim será proclamada a mensagem do terceiro anjo. Ao chegar o tempo para que ela seja dada com o máximo poder, o Senhor operará por meio de humildes instrumentos, dirigindo a mente dos que se consagram ao Seu serviço. Os obreiros serão antes qualificados pela unção de Seu Espírito do que pelo preparo das instituições de ensino. Homens de fé e oração serão constrangidos a sair com zelo santo, declarando as palavras que Deus lhes dá. Os pecados de Babilônia serão revelados.

ouvintes

Milhares de Milhares

— O Grande Conflito Pg.(Pdf) 530, Pg.(Fisico) 607. — Os terríveis resultados da imposição das observâncias da igreja pela autoridade civil, as incursões do espiritismo, os furtivos mas rápidos progressos do poder papal — tudo será desmascarado. Por meio destes solenes avisos o povo será comovido. Milhares de milhares que nunca ouviram palavras como essas, escutá-las-ão. Com espanto ouvirão o testemunho de que Babilônia é a igreja, caída por causa de seus erros e pecados, por causa de sua rejeição da verdade, enviada do Céu a ela.

O Mundo

Cristo é Desprezado

— O Grande Conflito Pg.(Pdf) 527, Pg.(Fisico) 604 — A cada rejeição da verdade o espírito do povo se tornará mais entenebrecido, mais obstinado o coração, até que fique entrincheirado em audaciosa incredulidade. Em desafio às advertências que Deus deu, continuarão a calcar a pés um dos preceitos do decálogo, até que sejam levados a perseguir os que o têm como sagrado. Cristo é desprezado com o desdém que se lança à Sua Palavra e a Seu povo. Sendo os ensinos do espiritismo aceitos pelas igrejas, removem-se as restrições impostas ao coração carnal, e o professar religião se tornará um manto para ocultar a mais vil iniqüidade.

Oposição

Ministros

"Assim diz o Senhor"

— O Grande conflito Pg.(Pdf) 530, Pg.(Fisico) 607. — os ministros apresentam fábulas, profetizam coisas agradáveis, para acalmar-lhes os temores, e silenciar a consciência despertada. Mas, visto que muitos se recusarão a satisfazer-se com a mera autoridade dos homens, pedindo um claro — “Assim diz o Senhor” — o ministério popular, semelhante aos fariseus da antiguidade, cheio de ira por ser posta em dúvida a sua autoridade, denunciará a mensagem como sendo de Satanás, e agitará as multidões amantes do pecado para ultrajar e perseguir os que a proclamam.

Mandamentos

Satanás entra em Ação

— O Grande conflito Pg.(Pdf) 530, Pg.(Fisico) 607. — Estendendo-se a controvérsia a novos campos, e sendo a atenção do povo chamada para a lei de Deus calcada a pés, Satanás entrará em ação. O poder que acompanha a mensagem apenas enfurecerá os que a ela se opõem. O clero empregará esforços quase sobrehumanos para excluir a luz, receoso de que ilumine seus rebanhos. Por todos os meios ao seu alcance esforçar-se-á por evitar todo estudo destes assuntos vitais. A igreja apelará para o braço forte do poder civil, e nesta obra unir-se-ão romanistas e protestantes. Ao tornar-se o movimento em prol da imposição do domingo mais audaz e decidido, invocar-se-á a lei contra os observadores dos mandamentos.

A Igreja de Deus Nos últimos Dias

— 2 Timóteo 3:12. — “Todos os que piamente quiserem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições.”

  • Maridos
  • Esposas
  • Filhos
  • empregado
  • Servos

Todos os Que Guardam os Manamentos de Deus

Duas Classes

Servos do Inimigo

Perseguidores

— O Grande Conflito Pg.(Pdf) 531, Pg.(Fisico) 609. — Ao aproximar-se a tempestade, uma classe numerosa que tem professado fé na mensagem do terceiro anjo, mas não tem sido santificada pela obediência à verdade, abandona sua posição, passando para as fileiras do adversário. Unindo-se ao mundo e participando de seu espírito, chegaram a ver as coisas quase sob a mesma luz; e, em vindo a prova, estão prontos a escolher o lado fácil, popular. Homens de talento e maneiras agradáveis, que se haviam já regozijado na verdade, empregam sua capacidade em enganar e transviar as almas. Tornam-se os piores inimigos de seus antigos irmãos. Quando os observadores do sábado forem levados perante os tribunais para responder por sua fé, estes apóstatas serão os mais ativos agentes de Satanás para representá-los falsamente e os acusar e, por meio de falsos boatos e insinuações, incitar os governantes contra eles.

(Mateus 5:11-12.) "11- Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa. 12- Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós."

Servos de Deus

Perseguidos

— O Grande Conflito Pg.(Pdf) 531, Pg.(Fisico) 610. — Neste tempo de perseguição provar-se-á a fé dos servos do Senhor. Deram fielmente a advertência, seguindo tão-somente a Deus e Sua Palavra. O Espírito divino, atuando em seu coração, constrangeuos a falar. Estimulados por um santo zelo e forte impulso divino, cumprem seu dever, sem deter-se para calcular as conseqüências de falar ao povo a Palavra que o Senhor lhes dera. Não consultaram seus interesses temporais, tampouco procuraram defender sua reputação ou vida. Todavia, quando a tempestade da oposição e vitupério irromper sobre eles, alguns, vencidos pela consternação, estarão prontos para exclamar: “Se tivéssemos previsto as conseqüências de nossas palavras, teríamos guardado silêncio.” Acham-se cercados de dificuldades. Satanás os assalta com cruéis tentações. A obra que empreenderam parece muito além de sua habilidade para levarem a termo. Estão quase a sucumbir. Foi-se o entusiasmo que os animava; contudo, não podem voltar. Então, sentindo o seu completo desamparo, se refugiam nAquele que é poderoso, em busca de auxílio. Lembram-se de que as palavras que falaram não eram suas, mas dAquele que os mandou dar a advertência. Deus lhes pôs a verdade no coração, e não poderiam eximir-se de proclamá-la. As mesmas provações foram experimentadas por homens de Deus nos séculos passados. Wycliffe, Huss, Lutero, Tyndale, Baxter, Wesley, insistiam em que todas as doutrinas fossem submetidas à prova da Bíblia, declarando que renunciariam a tudo que esta condenasse. Contra esses homens desencadeou-se a perseguição com fúria implacável; não cessaram todavia de declarar a verdade. Cada um dos diferentes períodos da história da igreja se tem distinguido pelo desenvolvimento de alguma verdade especial, adaptada às necessidades do povo de Deus naquele tempo. Toda nova verdade teve de enfrentar o ódio e a oposição; os que foram beneficiados por sua luz, sofreram tentações e provações. O Senhor dá ao povo uma verdade especial quando este se encontra em situação difícil. Quem ousa recusar-se a publicá-la? Ele ordena a Seus servos que apresentem o "último convite" de misericórdia ao mundo. Eles não podem permanecer silenciosos; a não ser com perigo de sua alma. Os embaixadores de Cristo nada têm que ver com as conseqüências. Devem cumprir seu dever e deixar os resultados com Deus.

Deus Retira seu Espirito

"Como os defensores da verdade se recusem a honrar o descanso dominical, alguns deles serão lançados na prisão, exilados, e outros tratados como escravos. Para a sabedoria humana, tudo isto parece agora impossível: mas, ao ser retirado dos homens o Espírito de Deus, o qual tem o poder de reprimi-los, e ao ficarem eles sob o governo de Satanás, que odeia os preceitos divinos, hão de acontecer coisas estranhas. Quando o temor e o amor de Deus são removidos, o coração pode tornar-se muito cruel."

— O Grande Conflito Pg.(Pdf) 529, Pg.(Fisico) 609. —

Adoração
25/03/2017

Verdadeira Adoração

Baixar

(João 4: 19-24.) "19- Disse-lhe a mulher: Senhor, Eu vejo que tu és um profeta. 20- Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde o homem deve adorar. 21- Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me, a hora vem, em que nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai. 22- Vós adorais o que não conheceis, nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação é dos judeus. 23- Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais para adorá-lo. 24- Deus é um Espírito, e os que o adoram devem adorá-lo em espírito e em verdade. "

(Mateus 4: 9-10.) "9- E disse-lhe: Todas estas coisas eu te darei, se prostrado, me adorares. 10- Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Tu adorarás ao Senhor teu Deus, e só a ele servirás."

Adorar em espirito e em Verdade

(João 4: 24.) Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.

(Apocalipse 14: 9-10.) "E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro."

Textos Bíblicos

Textos Passagens
Apocalipse 14: 7 "dizendo em alta voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas."
Apocalipse 14: 9-10 9- E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo em alta voz: Se algum homem adorar a besta, e a sua imagem, e receber sua marca em sua testa, ou na sua mão, 10- este beberá do vinho da ira de Deus, que é derramado sem mistura no cálice da sua indignação; e ele será atormentado com fogo e enxofre na presença dos santos anjos, e na presença do Cordeiro."
apocalipse 14: 7, 9-10 "A Primeira mensagem angélica ordena a adorar a Deus; A Terceira mensagem angélica diz para não adorar a besta."

Adoração é Seviço:

Adoração no antigo testamento: cordeiro- altar, existia uma ordem específica na adoração. Exemplo: Caim e Abel "Adoração é obedecer, adoração não é conhecimento, mas sim oque se vive e faz da vida."

"Cristo Diz que só existe uma classe de adoradores, e um único modo de adoração verdadeira."

Monte Carmelo

Falsa Adoração

(1 Reis 18: 26.) Aparentemente ousados e desafiadores, mas com o terror no coração culpado, os falsos sacerdotes preparam seu altar, pondo sobre ele a lenha e a vítima; e tem início suas fórmulas de encantamento. Seus estridentes gritos ecoam e reboam através das florestas e dos promontórios, enquanto invocam o nome do seu deus, dizendo: “Ah, Baal, responde-nos!” 1 Reis 18:26. Os sacerdotes se aglomeram em torno de seu altar, e com saltos e contorções e gritos histéricos, arrancando os cabelos e retalhando as próprias carnes, suplicam a seu deus que os ajude.

Adoração Verdadeira

(1 Reis 18: 36-37.) Trazendo à lembrança do povo a longa e continuada apostasia que havia despertado a ira de Jeová, Elias convida-os a humilhar seus corações e tornar para o Deus de seus pais, para que fosse removida a maldição de sobre a terra de Israel. Então inclinando-se reverente ante o invisível Deus, ele ergue as mãos para o céu, e oferece uma singela oração. Ele ora como se soubesse que Jeová está ali, testemunhando a cena, atento a seu apelo. Os profetas de Baal haviam orado selvagemente, incoerentemente. Elias ora com simplicidade e fervor, pedindo que Deus mostre Sua superioridade sobre Baal, para que Israel pudesse ser reconduzido a Ele.

Nascer de Novo

Nova vida

Viver Para Adorar

(João 3: 1-8.) HAVIA entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele. Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito.

Andar segundo a Carne

Fruto da Carne

— Profetas e Reis Cap. 11. — Durante todo o longo dia, o povo havia testemunhado as demonstrações dos frustrados sacerdotes. Haviam contemplado seus saltos selvagens sobre o altar, como se desejassem captar os raios do Sol para que servissem a seus propósitos. Eles haviam olhado com horror para as bárbaras mutilações infligidas a si mesmos pelos sacerdotes, e tinham tido a oportunidade de refletir sobre a loucura da adoração de ídolos. Muitos dentre a multidão estão fartos das exibições de demonismo, e aguardam agora com o mais profundo interesse os movimentos de Elias.

(Marcos 7: 21-23.) 21- Porque do interior do coração dos homens, procedem maus pensamentos, adultérios, fornicações, assassinatos, 22- roubos, cobiça, maldade, engano, lascívia, inveja, blasfêmia, soberba, insensatez; 23- todas estas coisas más procedem de dentro e corrompem o homem.

(Gálatas 5: 19-21.) 19- Ora, as obras da carne são manifestas e aqui estão: Adultério, fornicação, impureza, lascívia, 20- idolatria, feitiçaria, ódio, discórdia, rivalidade, ira, porfia, rebeliões, heresias, 21- invejas, homicídios, bebedeiras, orgias e outras coisas semelhantes. A respeito dessas coisas vos falo, como já vos falei outrora, que os que praticam tais coisas não hão de herdar o reino de Deus.

(Romanos 8: 5-8.) 5- Porque os que são segundo a carne, têm a mente nas coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. 6- Porque a mentalidade carnal é morte; mas a mentalidade espiritual é vida e paz. 7- Porquanto, a mentalidade carnal é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem de fato, pode ser. 8- Então, os que estão na carne não podem agradar a Deus.

Os que estão na carne não podem adorar a Deus!

Andar Pelo Espirito

Fruto do Espirito

— Meditação Matinal o cuidado de Deus, 9 de Setembro. — A Regeneração é o único caminho pelo qual podemos chegar a cidade santa. é estreito o caminho, e a porta pela qual passamos é apertada, mas devemos conduzir homens, mulheres e crianças ao longo desse caminho, ensinando-lhes que afim de serem salvos, precisam ter um novo coarção e um novo espirito. Os velhos traços de caráter hereditários tem de ser vencidos; os desejos naturais da alma precisam ser modificados. todo engano, toda falcidade, toda crítica precisam ser removidos; tem de ser vivida a nova vida, que torna os homens e as mulheres semelhantes a Cristo. O caminho para o céu e estreito, cercado pela divina lei de Jeová. Os que seguem esse caminho precisam negar constantemente o próprio eu.

( João 3: 3.) Respondeu-lhe Jesus, dizendo: Na verdade, na verdade eu te digo: Se um homem não nascer de novo, ele não pode ver o reino de Deus;

(1 Pedro 1: 23-24.) 23- Tendo nascido novamente, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, que vive e permanece para sempre. 24- Porque toda a carne é como a erva, e toda a glória do homem como a flor da erva. A erva seca e a sua flor cai.

(2 Corintios 5: 17.) Portanto, se algum homem está em Cristo, ele é uma nova criatura; as coisas velhas são passadas; eis que todas as coisas se tornaram novas.

(Tito 3: 3-5.) 3- Porque também nós éramos, noutro tempo, tolos, desobedientes, enganadores, servindo a várias concupiscências e prazeres, vivendo em malícia e inveja, odiosos, e odiando uns aos outros. 4- Mas, quando a benignidade e o amor de Deus, nosso Salvador, para com os homens, apareceu, 5- não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas, segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo,

(1 João 3: 8-9.) 8- Aquele que comete pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para este propósito o Filho de Deus foi manifestado: para que pudesse destruir as obras do diabo. 9- Aquele que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus.

(Romanos 12: 1-2.) 1- Suplico-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, de apresentardes os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. 2- E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Isto vos digo: Andeis no Espírito, e não satisfareis os desejos da carne. (Gálatas 5: 16.)

Orar Pelo Espirito Santo

Viver Pelo Espirito

17-Porque os desejos da carne se opõem aos do Espírito, e os do Espírito contra os da carne, pois opõem-se um ao outro, a fim de que não consigais fazer o que quereis. 18-Porém, se deixardes que o Espírito vos guie, já não estais sob a lei. (Gálatas 5: 17-18.)

(Zacarias 4: 6) Então ele respondeu e falou-me, dizendo: Esta é a palavra do SENHOR a Zorobabel, dizendo: Não por força, nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos.

(Gálatas 5: 22-25) 22- Mas o fruto do Espírito é: Amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fé, 23- brandura, temperança; contra essas coisas não há lei. 24- Pois aqueles que são de Cristo já crucificaram a carne com as paixões e concupiscências. 25- Se vivemos pelo Espírito, andemos também no Espírito.

— Parábolas de Jesus Cáp. 29. — Sem o espirito de Deus de nada vale o conhecimento da palavra, a teoria da verdade não acompanhada do espirito santo, não pode vivificar a memnte, nem santificar o coração; Pode estar-se familiarizado com os mandamentos e promessas da bíblia, mas se o espirito de Deus não introduz a verdade no íntimo, o caráter não será transformado; sem a iluminação do espirito santo , os homens não estarão aptos para distinguir a verdade do erro, e serão presas das tentações sutis de satanas. A classe representada pelas virgens loucas não são hipócritas, tem consideração pela verdade, mas não se entregaram a operação do espirito santo, não cairam sobre rocha, que é Cristo Jesus, e não permitiram que sua velha natureza fosse quebrantada; Essa classe é representada, também pelos ouvintes comparados ao pedregal; recebem a palavra prontamente, porém deixam de assimilar os seus princípios. Sua influencia não permanecem neles.

— Profetas e Reis Cáp. 11. — O Senhor aborrece a indiferença e deslealdade em tempo de crise em Sua obra. Todo o Universo está observando com inexprimível interesse as cenas finais da grande controvérsia entre o bem e o mal. O povo de Deus está-se aproximando do limiar do mundo eterno; que pode haver de mais importante para eles do que ser leais ao Deus do Céu?

— O Desejado de Todas as Nações Cáp. 14- Achamos o Messias. — Antigamente, quando um rei jornadeava pelas partes menos freqüentadas de seu domínio, um grupo de homens era enviado à frente do carro real, para aplainar os lugares acidentados, encher as depressões, a fim de o rei poder viajar com segurança, e sem obstáculos. Esse costume é empregado pelo profeta para ilustrar a obra do evangelho. “Todo vale será exaltado, e todo o monte e todo outeiro serão abatidos”. Isaías 40:4. Quando o Espírito de Deus, com Seu maravilhoso poder vivificante, toca o coração, abate o orgulho humano. Prazeres, posições e poder mundanos aparecem como sem valor. “Os conselhos e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus” (2 Coríntios 10:5) são derribados; todo pensamento é levado cativo “à obediência de Cristo”. Então, a humildade e o abnegado amor, tão pouco apreciados entre os homens, são exaltados como as únicas coisas de valor. Esta é a obra do evangelho, do qual a de João era uma parte.

— Profetas e Reis Cáp. 11. — Todos os séculos Deus tem tido heróis morais; e tem-nos agora os que como José, Elias e Daniel, não se envergonham de se reconhecerem como Seu povo peculiar. Suas bênçãos especiais acompanham os esforços de homens de ação; homens que não se desviarão da linha reta do dever, mas que perguntarão com divina energia: “Quem é do Senhor”? (Êxodo 32:26), homens que não se deterão apenas no perguntar, mas exigirão que os que escolherem identificar-se com o povo de Deus prossigam e demonstrem sem sombra de dúvida sua obediência ao Rei dos reis e Senhor dos senhores.

O Espirito de Deus trabalha no coração do homem de acordo com seu desejo e consentimento, nele implantando a natureza nova; mas a classe representada pelas virgens loucas contentou-se com uma obra superficial; não conhecem a Deus, não estudaram seu caráter, não tiveram comunhão com Ele; por isso não sabem como confiar, como ver e viver. Seu serviço para Deus degenera em formalidade, "eles vem a Ti, como um povo costuma vir, e se assentem diante de Ti como Meu povo. E ouvem as Tuas palavras, mas não as põem por obras, pois lisonjeian com a sua boca, mas o seu coração segue a sua avareza." Ezequiel 33:31.

O aposto Paulo assinala que essa será a característica especial dos que vivem justamente antes da seunda vinda de Cristo. Diz: "Nos últimos dias sobrevirão tempo trabalhosos, porque haverá homens amantes de si mesmo... mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aperência de piedade, mas negando a eficácia dela." 2 Timóteo 3: 1-5.

O Juizo Final
07/01/2019

O Juízo Final

Baixar

Em 2 Coríntios 5: 10 fala que Todos os homens estarão um dia diante de Deus e serão julgados pelo que fizeram através do corpo, ou bem, ou mal.

Eclesiastes 12: 14, Porque Deus há de trazer toda a obra a juízo, com cada coisa secreta, quer seja boa, quer seja má.

O Juizo

1 Coríntios 4: 5 "Portanto, nada julgueis antes do tempo, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas, e manifestará os desígnios dos corações; e então todo homem receberá de Deus o louvor."


  1. "Conjuro-te, pois, diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua aparição e no seu reino..." 2 Timóteo 4: 1.

  2. "Perante o SENHOR; pois ele vem, pois ele vem para julgar a terra; ele julgará o mundo com justiça. E o povo com a sua verdade...; Perante o SENHOR; pois ele vem para julgar a terra; com justiça ele julgará o mundo, e o povo com equidade." Salmos 96: 13; 98: 9.

  3. "Eu disse em meu coração: Deus julgará o justo e o ímpio; porquanto há um tempo para todo o propósito e para toda a obra." Eclesiastes 3:17

  4. "porque ele tem determinado um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio do homem que ele ordenou; e disso deu certeza a todos os homens, ressuscitando-o dos mortos...; E após alguns dias, vindo Félix com sua mulher Drusila, que era judia, mandou chamar a Paulo e ouviu-o acerca da fé em Cristo. E, discursando sobre a justiça, a temperança, e o juízo vindouro, Félix, tendo medo, respondeu: Por agora vai em teu caminho, e, quando eu achar o tempo conveniente, te chamarei." Atos 17: 1; 24: 24-25.

  5. "Mas por que tu julgas o teu irmão? Ou por que tu desprezas teu irmão? Porquanto, todos nós compareceremos diante do tribunal de Cristo." Romanos 14: 10.

  6. "E também Enoque, o sétimo depois de Adão, destes profetizou dizendo: Eis que é vindo o Senhor com dez mil de seus santos; Para fazer juízo contra todos e condenar todos os ímpios entre eles, por todos os seus atos impiedosos, que impiamente cometeram, e por todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele." Judas 14-15.

O Santuário

Todos os vivos, como os mortos, devem ser julgados segundo as suas obras. Vivemos hoje no grande Dia da Expiação do Santuário Celeste (Como você sabe, nós adventistas acreditamos que em 1844 conforme Dn. 8:14 ) Jesus lá no Santuário Celestial passou do lugar santo para o lugar santíssimo assim como era feito em Israel 1 vez no ano, sendo Jesus agora o nosso sumo sacerdote fazendo a obra da intercessão e obra do Juízo ou julgamento representado pelo Dia da Expiação. Bom, eu não vou falar muito do santuário celestial para não desviar o foco, mesmo que o santuário e o juízo estejam ligados entre si.
— Grande Conflito Cáp. 23 | O Santuário Celestial, centro de Nossa Esperaça —

Texto Bíblicos:

  • Apocalipse 4: 5
  • Apocalipse 11: 19
  • Êxodo 25: 8-9
  • Hebreus 9: 24
"Texto que indica um santuário no céu, e que Jesus está lá perante Deus Intercedendo por nós."

3 Fases

1ª Fase do Juízo

Investigação

1) Juízo Investigativo: Acontece agora, antes da volta de Jesus. E este é aplicado aos fiéis. Teve início em 1844 de acordo com Dn. 8:14 e terminará com a volta de Jesus. Se você ler em (Apocalipse 14: 6-7) você verá a mensagem do primeiro anjo exortando aqui na Terra que as pessoas se arrependam e adorem aquEle que fez os céus e a Terra, pois é chegada a hora do seu juízo.

6- E eu vi outro anjo voar pelo meio do céu, tendo o evangelho eterno para pregar aos habitantes da terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo, 7- dizendo em alta voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas. (Apocalipse 14: 6-7)

2ª Fase do Juízo

Comprovação

2) Juízo de Comprovação: Acontece durante os mil anos ou milênio realizado pelos santos no céu. (Apocalipse 20: 4, 12-13). Este é aplicado aos ímpios. Começará na volta de Jesus e terminará quando a Cidade Santa descer do céu.

4- E eu vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e julgamento foi-lhes dado; e eu vi as almas daqueles que foram decapitados pelo testemunho de Jesus, e por causa da palavra de Deus, e que não haviam adorado a besta, nem a sua imagem, e nem haviam recebido sua marca em suas testas ou em suas mãos; e eles viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos; 12- E eu vi os mortos, pequenos e grandes, em pé diante de Deus, e os livros foram abertos; e outro livro foi aberto, que é o livro da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, de acordo com as suas obras. 13- E o mar entregou os mortos que nele havia; e a morte e o inferno entregaram os mortos que neles havia; e eles foram julgados; cada homem de acordo com suas obras. (Apocalipse 20: 4, 12-13.)

3ª Fase do Juízo

Execução

3) Juízo Executivo: Ocorrerá após os mil anos (Apocalipse 20: 7-10; Mt. 25: 34, 41.). Quando a Cidade Santa descer do céu todos os ímpios ressuscitarão, haverá uma tentativa de ataque por parte de Satanás e deles à Cidade Santa. Jesus vai intervir e segundo Ellen White, acontecerá a cena mais emocionante da história, quando os ímpios e Satanás irão se ajoelhar diante de Jesus e então Ele dará a sentença final: aos justos Ele dirá: "Vinde benditos de meu Pai"; e aos ímpios "Apartai-vos de mim malditos de meu Pai". E então acontecerá a Execução do Juízo e a destruição dos ímpios e de Satanás com o fogo que vai descer dos céus (Apocalipse 20: 9) para consumir todo o mal e purificar a Terra.

7- E, quando completarem-se os mil anos, Satanás será solto de sua prisão; 8- e sairá para enganar as nações que estão nos quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, para as ajuntar em batalha; cujo número é como a areia do mar. 9- E eles subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, saiu do céu, e os devorou. 10- E o diabo que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e serão atormentados dia e noite para sempre e sempre. (Apocalipse 20: 7-10)

34- Então o Rei dirá aos que estiverem à sua mão direita: Vinde, benditos de meu Pai, herdai o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. 41- Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para dentro do fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. (Mateus 25: 34, 41.)

9- E eles subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, saiu do céu, e os devorou (Apocalipse 20: 9.)

Os Envolvidos

Como em todos julgamentos existe partes envolvidas, e não seria diferente nesse caso, no juizo final o juri é composto por seres santos, o Senhor é um Deus Justo e revela seus feitos ao seus servos os profetas.

"Certamente o Senhor Deus não fará nada sem ter revelado seu segredo aos seus servos, os profetas". Amós 3: 7. .

Envolvidos:

  • Juiz

    1ª Fase Deus: Salmos 50:6

    2ª Fase os Santos: 1 corintios 6: 2-3; Apocalipse 20: 4.

    3ª Fase Jesus: João 5: 22.

  • Advogado

    1ª Jeseus Cristo: 1 João 2: 1

    Não haverá advogado, pois todos os casos já foram resolvidos.

  • Acusador

    1ª Fase o Diabo Satanás: Apocalipse 12: 7-10

    2ª Fase o Diabo Estárá Preso: Apocalipse 20: 1-3.

    3ª Fase o Diabo Satanás: Apocalipse 20: 7.

  • Testemunhas

    1ª, 2ª e 3ª Fase Os Santos Anjos: Apocalipse 5: 11

  • Réus

    1ª Fase Santos Justos: 1 Pedro 4: 17.

    2ª Fase Impios Condenados: 1 Coríntios 6: 2-3.

    3ª Fase Todos (impios condenados e santos/justos salvos: Mateus 25: 34, 41.

A Lei

A norma pela qual será realizado o juizo final

— Êxodo 20: 1-17. — "1- E Deus falou todas estas palavras, dizendo: 2- Eu sou o SENHOR teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa de servidão. 3- Não terás outros deuses diante de mim. 4- Não farás para ti nenhuma imagem esculpida, ou qualquer semelhança de alguma coisa que está em cima no céu, ou que está embaixo na terra, ou que está na água abaixo da terra. 5- Não te curvarás diante delas, nem as servirás; porque eu o SENHOR teu Deus, sou um Deus ciumento, que visito a iniquidade dos pais sobre os filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem, 6- e mostro misericórdia a milhares dos que me amam, e guardam os meus mandamentos. 7- Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão; porque o SENHOR não terá por inocente aquele que tomar o seu nome em vão. 8- Lembra-te do dia do shabat, para santificá-lo. 9- Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra, 10- mas o sétimo dia é o shabat do SENHOR teu Deus, nele não farás obra alguma, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem teu servo, nem tua serva, nem teu gado, nem teu estrangeiro que está em tuas portas, 11- pois em seis dias o SENHOR fez os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e descansou no sétimo dia. Portanto, o SENHOR abençoou o dia do shabat e o santificou. 12- Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR teu Deus te dá. 13- Não assassinarás. 14- Não cometerás adultério. 15- Não furtarás. 16- Não darás falso testemunho contra teu próximo. 17- Não cobiçarás a casa de teu próximo, não cobiçarás a mulher de teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem alguma coisa que é de teu próximo.

1ª, 2ª e 3ª fase terão a lei de Deus, os 10 mandamentos como norma para julgamento dos seres humanos

"10- Porque qualquer que guardar toda a lei, e errar em um só ponto, tornou-se culpado de todos. 11- Porque aquele que disse: Não cometerás adultério, também disse: Não assassinarás. Ora, se tu pois não cometeres adultério, mas matares, és transgressor da lei. 12- Assim falai, e assim procedei, como os que hão de ser julgados pela lei da liberdade. 13- Porque receberá o juízo sem misericórdia, aquele que não mostrou misericórdia; e a misericórdia triunfa sobre o juízo." Tiago 2:10-13.

"O Juizo é um só, Porém dividido em 3 fases. Graça e Paz!"

Origem Do Culto Dominical
23/05/2018

Origem Do Culto Dominical

Baixar

Parti I

A maioria dos cristãos observa hoje o domingo como sagrado dia de descanso. Creem sinceramente ser a sua observância ordenada por Deus, e surpreendem-se não pouco ao descobrir que não existe nas Escrituras Sagradas tal mandamento. O culto do Sol remonta às mais antigas civilizações. Da Babilônia espalhou-se para os mais remotos confins da Terra. Voltemos aos dias em que Deus tirou a Israel do Egito, onde se adorava o Sol. Ao pé do Monte Sinai ouviram-lhe a voz, proclamando, em meio de trovões e relâmpagos, os Dez Mandamentos. Israel prometeu obediência. Entretanto, poucas semanas depois encontramo-los prostrando-se ante a imagem do deus do Sol, o boi Apis. “Sacrifícios ofereceram aos diabos, não a Deus”, diz a Escritura em Deuteronômio 32:17. Milhares foram mortos por não quererem renunciar a esse sedutor e fascinante culto diabólico. Tinha o culto do Sol certos dias e tempos em que se adoravam suas numerosas divindades. O primeiro dia da semana era dedicado ao deus-sol. Como o Israel da antiguidade, a igreja apostólica achava-se rodeada do idólatra culto do Sol. O mitracismo, outro nome desse culto, conseguiu firmar-se em Roma no ano 67 antes de Cristo. Adotado pelos imperadores e os exércitos de Roma como sua religião, disseminou-se por toda parte, de maneira que, nos meados do terceiro século chegou a ponto de se tornar a religião universal. “O domingo, sobre o qual presidia o Sol, era especialmente santo”, diz o dr. Francisco Cumont, em seus Mistérios de Mitra. Inconscientemente, em grande parte, seguiu a igreja cristã o apóstata Israel, inclinando-se ante o ídolo do deus-sol. Esta apostasia estava predita na Palavra de Deus. O apóstolo Paulo advertiu que viria tempo em que se manifestaria uma “apostasia”, revelando-se “o homem do pecado, o filho da perdição; o qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus querendo parecer Deus” (II Tessalonicenses 2:3 e 4). Disse o apóstolo: “Já o mistério da injustiça opera” (versículo 7). Em seu tempo, já se estava desenvolvendo a raiz da apostasia

Parti II

Por alguns anos, depois da morte de Cristo, a igreja cristã andou a luz da palavra de Deus; mas “pouco depois da morte dos primeiros apóstolos, começou a efetuar-se um eclipse dessa luz gloriosa. Até pelo fim do quarto século ele se tornara quase total. A filosofia pagã e ritos pagãos haviam alterado a igreja e corrompido suas práticas. Ignorância e superstição tomaram posse da igreja” (F. d’Aubigné, História da Reforma). Reconhecem as principais autoridades da igreja que o domingo “penetrou furtivamente, reclamando depois o lugar” de uma instituição divina. Em seu livro The Lord’s Day, publicado pela União Americana de Escolas Dominicais, o autor, A. E. Waffle, faz a seguinte admissão: “Não se pretende que os apóstolos tivessem começado a guardar o primeiro dia da semana imediatamente depois da morte de Cristo. A mudança foi gradual” (Página 189).

“Quanto à ocasião em que o domingo começou a ser geralmente empregado pelos cristãos como determinado tempo de reuniões religiosas, não temos informações definidas, quer no Novo Testamento quer nos escritos dos pais da igreja. Por nenhum dos pais, antes do quarto século, é ele identificado com o sábado, tampouco baseiam-se eles o dever de observá-lo, no quarto mandamento, ou no preceito e exemplo de Jesus” (Chamber’s Encyclopedia, artigo “Sábado”). No quarto século a apostasia ganhava ascendência rápida. Semelhantemente a outros césares, Constantino reclamava divindade. Era adorado como deus. Como sumo sacerdote do culto solar, tinha o título de Pontífex Maximus. No ano 321 de nossa era, tornou Constantino o domingo um dia santo civil, mediante o edito seguinte: “No venerável dia do Sol, descansem todos os magistrados e povo residentes nas cidades, e fechem-se todas as oficinas”. Esta lei dominical não fazia referência ao sábado. Não alegava nenhuma base na Escritura Sagrada, como razão de sua observância. Era o domingo designado, em termos distintamente pagãos, como o “venerável dia do Sol”.

Parti III

Logo depois do edito de Constantino (321D.C.) , um imperador pagão impondo o “dia do Sol”, os bispos da igreja cristã foram convocados em concílio, na cidade de Nicéia, no ano 325. Constantino presidiu ao concílio. Professava o cristianismo, embora só fosse batizado posteriormente, no leito de morte. Foi nesse Concílio de Nicéia que Constantino ordenou que a solenidade da Páscoa fosse observada em toda parte no mesmo dia, segundo o costume de Roma. Domingo, o dia observado pelo mundo pagão em honra do “deus-sol”, começou a ser observado pela igreja apostatada. O “sábado do Senhor” começou desde logo a ser estigmatizado como “o sábado judaico”. O sentimento que existia, contra tudo que fosse “judaico”, bem se acha expresso pelo imperador, que disse: “Não tenhamos, pois, coisa alguma em comum com essa hostil plebe dos judeus” (Historical View of the Council of Nicea, de Boyle, pág. 52).

“Esta tendência por parte dos cristãos de ir ao encontro do paganismo, desenvolveu-se muito cedo... Homens sinceros lutaram por deter a onda, mas a despeito de todos os seus esforços, a apostasia prosseguiu, até que a igreja, com exceção de um pequeno remanescente, se submergiu na superstição pagã”(The Two Babylons, pág. 93). Bem cedo a igreja apóstata nada mais era do que o paganismo batizado. “A igreja adotou a filosofia pagã e tornou-a o escudo da fé contra os pagãos... Adotou o domingo pagão, tornando-o o domingo cristão... Existe, na verdade, algo de real, de soberano acerca do Sol, o que o torna apropriado emblema de Jesus – o Sol da Justiça. Daí, ao que parece, o haverem dito as igrejas naqueles países: ‘Conservemos esse velho nome pagão. Ele se tornará consagrado e santificado’. E deste modo o domingo pagão, dedicado a Balder (deus da mitologia escandinava), tornou-se o domingo cristão, consagrado a Jesus” (The Catholic World, março de 1894, pág. 809)

Parti IV

Diz-nos a história que o sábado não foi facilmente desarraigado. Por muitos anos depois da introdução do domingo na igreja foi o sábado guardado juntamente. Por vários séculos foram o sábado e o domingo considerados de importância virtualmente igual. Diz Waffle, muito acertadamente: “Observar dois sábados era ir além de qualquer lei, humana ou divina... Assim aconteceu que a observância do sétimo dia gradualmente foi abandonada por quase todos os cristãos, e sua substituição pelo domingo se tornou completa” (The Lord’s Day, pág. 204). Foi deste modo que o pagão “dies solis” chegou afinal a ser honrado como instituição divina, enquanto o sábado bíblico passou a ser considerado uma lembrança do judaísmo, sendo pronunciada maldição sobre os seus observadores. Para obrigar todos a observarem o pagão domingo, decretou o Concílio de Laodicéia: “Os cristãos não deverão judaizar e andar ociosos no sábado, mas sim trabalhar nesse dia; mas o dia do Senhor devem eles honrar especialmente e, como cristãos, não devem, fazer obra alguma nesse dia. Se, porém, forem encontrados judaizando, serão excluídos de Cristo”. Este ato do Concílio de Laodicéia é considerado um passo definido na questão da transferência do dia de sábado para o domingo. A igreja nunca escondeu que foi baseada em sua própria autoridade que modificou o quarto mandamento da lei de Deus, instituindo o domingo como dia santo em lugar do sábado. Acontece que a Bíblia não autoriza quem quer que seja a criar emendas ou reformar a Constituição divina, os Dez Mandamentos. “Até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da lei, até que tudo se cumpra” (Mateus 5:18). Além disso, o próprio Deus estabelece o sábado como um dia especial de adoração e como um sinal entre Ele e Seu povo. “Santificai os Meus sábados, pois servirão de sinal entre Mim e vós, para que saibais que Eu sou o Senhor, vosso Deus” (Ezequiel 20:20). Segundo essa perspectiva, a observância do sábado ou do domingo implica, no fim das contas, em escolher a forma de adoração instituída por Deus ou aquela criada por seres humanos falhos. É uma atitude que marca de que lado o indivíduo prefere estar e a quem prefere adorar. Distingue a adoração falsa da verdadeira. Verdade é que hoje muitos cristãos guardam o domingo, em toda a sua sinceridade. Isto, porém, não pode alterar o fato de que este dia jamais foi santificado por Deus. Nunca sobre ele pronunciou o Senhor uma bênção que o distinguisse dos outros dias.

Graça e Paz!"

Ufologia
06/08/2018

Ufologia

Segundo a Bíblia os Ovnis Tem Relação Com o Fim do Mundo?

Hoje ninguém duvida da existência dos objetos voadores não identificados, mais conhecidos pela sigla OVNIS ou OANIS. Usaremos está primeira ao longo deste trabalho. A frequência com que têm sido vistos em todos os continentes, e os abundantes testemunhos de pessoas de absoluta confiança quanto a seu raciocínio, educação e responsabilidade moral não deixam margem a dúvidas sobre esse fenômeno.

Ficaram para trás os dias em que as pessoas sérias não se atreviam a divulgar o que haviam visto por temor ao ridículo. Pessoalmente conhecemos um médico, ex-ministro de um governo provincial, que foi testemunha de um caso fascinante.

Certa noite regressava com sua esposa à capital provincial por uma zona rural quando viu adiante, no campo, luzes poderosas, fixas num lugar. Pensou que poderia ser alguma máquina ceifadeira que estivesse trabalhando, embora estranhasse o fato ante o avançado da hora e a ausência de plantações nos arredores. Aproximando-se mais, deu-se conta de que não era o que havia pensado, tratando-se de um estranho aparelho bem iluminado, dentro e ao redor do qual se moviam rapidamente seres como pessoas, vestidas em trajes brilhantes. Ficou contemplando fascinado a cena por alguns minutos e quis aproximar-se mais. Contudo, a esposa, muito atemorizada, pediu-lhe para que se afastassem do local. Assim o fizeram. Ambos ficaram muito impressionados pelo que haviam visto. Contudo o médico amigo não se atreveu a contar sua experiência, senão a alguns poucos familiares, com a recomendação de que não a repetissem, pois temia ser ridicularizado entre seus colegas e outras pessoas.

DUAS TEORIAS

Atualmente, o problema acerca dos OVNIS não é quanto a sua existência, sobre que já não parece dúvida, mas quanto a quem são e donde vem. Na tentativa de resolver essas incógnitas, geralmente se levam em conta duas teorias:

  1. Os OVNIS são aparelhos desenvolvidos secretamente pelas superpotências, e submetidas à contínua experimentação para seu aperfeiçoamento. Essa teoria tropeça com duas objeções principais: em primeiro lugar, normalmente, nem os materiais nem o organismo humano podem suportar enormes acelerações e desacelerações e mudanças repentinas de direção que caracterizam as evoluções dos OVNIS. Mesmo sabendo-se que se está trabalhando na anulação do campo gravitacional da Terra, até o momento não se conhece qualquer meio prático de superar esse problema a poucos quilômetros do solo. Por outro lado, o fenômeno das luzes que se apagaram em Nova York e outras cidades importantes inexplicavelmente tem sido atribuído a interferências de OVNIS, mas não se sabe como puderam operar para que os sistemas de segurança, considerados infalíveis, falhassem.

    Em segundo lugar, até agora nenhum segredo científico pôde ser guardado por muito tempo. Os princípios da ciência são universais e os processos tecnológicos não são do conhecimento exclusivo de ninguém. Mesmo as nações medianamente adiantadas podem saber como fazer as coisas, embora careçam dos meios para realiza-las. Talvez o exemplo mais ilustrativo a respeito é o da bomba atômica. Por mais cuidadosas que foram as preocupações tomadas para manter em segredo sua fabricação pelos países que começaram a trabalhar nela, em poucos anos outras nações, que não haviam gasto imensas somas nas primeiras experiências, conseguiram descobrir a fórmula de fabricá-la. Hoje existe até o perigo de que algum terrorista possa montar algumas para lograr seus objetivos.

    Por outro lado, até agora nenhuma invenção de importância saiu perfeita desde o próprio começo. Sempre passa por um processo de experiências e também de fracassos. Como é, então, que em todos esses anos não se encontraram restos de OVNIS ou algum inutilizado? Evidentemente, para chegar à eficiência deles teve-se que empregar um longo processo de desenvolvimento.

  2. Os OVNIS são aparelhos tripulados por habitantes de outros mundos que se aproximam e também descem a Terra com o alvo de explorá-la e buscar materiais estratégicos.

    A objeção principal a essa teoria é a seguinte: os visitantes espaciais evidenciam possuir uma tecnologia muito mais avançada que a nossa. Portanto, também podem ter armas defensivas e ofensivas mais eficazes do que as possuídas pelos terrícolas. Nesse sentido, não corre nenhum risco sua segurança individual. Por que, então, somente entram em contato, quase por acidente, ou quando parece inevitável, com pessoas isoladas e nunca com grupos grandes? Por que suas descidas são à noite e em lugares remotos?

EXPLICAÇÃO TEOLÓGICA

Nenhuma das teorias resolve muito o mistério dos OVNIS Por isso, há quem ensaie uma terceira explicação que ultrapassa o campo da ciência e entra no terreno teológico. Merece também ser considerada, pois não se pode deixar de lado nenhuma área do conhecimento se se quer chegar à verdade.

Os estudiosos da Bíblia, sabem que ela reiteradamente fala do fim do mundo, com todos seus problemas, por ocasião da segunda vinda de Cristo, dessa vez como Rei dos reis e Senhor dos senhores. Inaugurará, então, um mundo novo totalmente transformado, perfeito, cheio de paz e justiça, onde a desgraça, a enfermidade, a dor e a morte inexistirão. Sabem também que, de acordo com os ensinos bíblicos, estamos vivendo no “tempo do fim”, da história atual, e que, portanto, o reinado do mal logo vai terminar com a destruição total de Satanás e os anjos caídos. Por conseguinte, estes lançam mão de todos os recursos a seu alcance para arrastar consigo a perdição eterna a maior quantidade possível de seres humanos.

O apóstolo São Paulo adverte que “não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz” (II Coríntios 11:14). No Apocalipse se fala de uma força inimiga de Deus – em última instância, Satanás – que “opera grandes sinais, de maneira que até fogo do céu faz descer a Terra, diante dos homens. Seduz os que habitam sobre a Terra por causa dos sinais que lhe foi dado executar”(Apocalipse 13:13; 14:4).

Nesse empenho, Satanás tentará enganar, “se possível, os próprios eleitos” (S. Mateus 24:24) De que maneira? Repentinamente, ou preparando a mentalidade das massas com fenômenos que as foram acostumando com supostas visitas de habitantes de outros planetas, e logo de seus anjos, para finalmente aparecer o próprio Satã como Jesus Cristo, com o fim de arrastar o mundo após seus enganos? Se amanhã os esquivos tripulantes dos OVNIS se relacionarem com os homens e entregarem mensagens enganosas que contradizem os ensinos da Bíblia, estariam os homens em condições de discernir o engano? Ou os aceitariam como verdadeiros, posto que vêm de seres mais adiantados do que nós? E se o engano persiste com anjos satânicos transformados em anjos de Deus, e logo com Satanás como Cristo mesmo, qual será seu efeito sobre a humanidade?

Todos sabemos que a sorte do mundo está na balança. Hoje ninguém pode negar objetivamente que o fim da história é um fato certo se o homem não mudar sua maneira de agir. E do ponto de vista cristão, também é uma realidade que vivemos no “tempo do fim”. Nenhum estudioso sério da Bíblia pode ignorar esta verdade. Logo, é lógico que espere ver Satanás operar com “grande poder, e sinais e prodígios de mentira (II Tessalonicenses 2:8 e 9). Dentro deste esquema pode entrar perfeitamente o mistério dos OVNIS.

Certamente, haverá quem, ignorando os ensinos da Bíblia, julgará ser uma simples fantasia relacionar Satanás com tais ensinos. Mas, de um ponto de vista estritamente lógico, é uma explicação pelo menos tão válidas como as outras. Ademais, na busca da verdade não se pode passar por alto nenhuma fonte de conhecimento. Esses “sinais” ainda não foram vistos por completo em operação, mas se o cristianismo há de crer em seu livro fundamental, estão no arsenal de Satanás para serem usados no momento oportuno. O tempo dirá quem tem razão

As Dez Virgens
06/04/2018

As Dez Virgens

Baixar

(Parábolas de Jesus, cap. 29) "Quando Cristo, sentado, contemplava o grupo que aguardava o esposo, contou aos discípulos a história das dez virgens, ilustrando, pela experiência delas, a da igreja que viveria justamente antes de Sua segunda vinda."

(Mateus 25: 1-13) "1-Então o reino do céu será semelhante a dez virgens que, tomando os seus lampiões, saíram ao encontro do noivo. 2-E cinco delas eram prudentes, e cinco eram insensatas. 3-As que eram insensatas, tomando os seus lampiões, não levaram azeite consigo. 4-Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com os seus lampiões. 5-E, tardando o noivo, todas elas cochilaram, e dormiram. 6-E à meia-noite houve um grito: Eis que o noivo vem; saí-lhe ao encontro. 7-Então todas aquelas virgens se levantaram, e prepararam os seus lampiões. 8-E as insensatas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque os nossos lampiões estão se apagando. 9-Mas as prudentes responderam, dizendo: Não, para que não falte a nós e a vós; mas ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós. 10-E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o noivo; e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e a porta foi fechada. 11-Depois chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, Senhor, abre para nós. 12-Mas ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo, eu não vos conheço. 13-Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir. "

Virgens - Os dois grupos de vigias representam as duas classes que professam estar à espera de seu Senhor. São chamadas virgens porque professam fé pura."testemunho" (Parábolas de Jesus, cap. 29).

A LÂMPADA E O ÓLEO

— Parábolas de Jesus, cap. 29 — As lâmpadas representam a Palavra de Deus. Diz o salmista: “Lâmpada para os meus pés é a Tua palavra e, luz para os meus caminhos.” Salmos 119:105.

— Parábolas de Jesus, cap. 29 — O óleo é símbolo do Espírito Santo. Assim é representado o Espírito na profecia de Zacarias. “Tornou o anjo que falava comigo”, diz ele, “e me despertou, como a um homem que é despertado do seu sono, e me disse: Que vês? E eu disse: Olho, e eis um castiçal todo de ouro, e um vaso de azeite no cimo, com as suas sete lâmpadas; e cada lâmpada posta no cimo tinha sete canudos. E, por cima dele, duas oliveiras, uma à direita do vaso de azeite, e outra à sua esquerda. E falei e disse ao anjo que falava comigo, dizendo: Senhor meu, que é isto? E respondeu e me falou, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por força, nem por violência, mas pelo Meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos. E, falando-lhe outra vez, disse: Que são aqueles dois raminhos de oliveira que estão junto aos dois tubos de ouro e que vertem de si ouro? Então, Ele disse: Estes são os dois ungidos, que estão diante do Senhor de toda a Terra.”Zacarias 4:1-4, 6, 12, 14. Zacarias 4:1-4, 6, 12, 14.

Textos Bíblicos

Lâmpada é a Bíblia O òleo é o Espirito Santo
Salmos 119:105 Zacarias 4:1-4, 6, 12, 14.

As Cinco Virgens Sensatas

As Virgens Prudentes
(azeite Reserva)

Mateus 25: 1-2, 4 e 10. 1- Então o reino do céu será semelhante a dez virgens que, tomando os seus lampiões, saíram ao encontro do noivo. 2- E cinco delas eram prudentes... 4- Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com os seus lampiões. 10- ...e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e a porta foi fechada.

— Parábolas de Jesus, cap. 29 — Na parábola, as virgens prudentes tinham óleo em seus vasos com as lâmpadas. Suas lâmpadas arderam com chama contínua pela noite de vigília. Contribuíram para aumentar a iluminação em honra do esposo. Brilhando na escuridão, auxiliaram a iluminar o caminho para o lar do esposo, para a ceia de bodas.

Assim, devem os seguidores de Cristo irradiar luz nas trevas do mundo. Pela atuação do Espírito Santo, a Palavra de Deus é uma luz quando se torna um poder transformador na vida de quem a recebe. Implantando-lhes no coração os princípios de Sua Palavra, o Espírito Santo desenvolve nos homens os predicados de Deus. A luz de Sua glória — Seu caráter — deve refletir-se em Seus seguidores. Assim devem glorificar a Deus, e iluminar o caminho para a mansão do esposo, para a cidade de Deus, e para o banquete de bodas do Cordeiro.

As Cinco Virgens Insensatas

Virgens Loucas

Mateus 25: 2, 3, 8, 10, 11 e 12. "2- E cinco delas eram prudentes, e cinco eram insensatas. 3- As que eram insensatas, tomando os seus lampiões, não levaram azeite consigo. 8- E as insensatas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque os nossos lampiões estão se apagando. 10- E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o noivo; e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e a porta foi fechada. 11- Depois chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, Senhor, abre para nós. 12- Mas ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo, eu não vos conheço.".

— Parábolas de Jesus, cap. 29 — Na parábola, todas as dez virgens saíram ao encontro do esposo. Todas tinham lâmpadas e frascos. Por algum tempo não se notava diferença entre elas. Assim é com a igreja que vive justamente antes da segunda vinda de Cristo. Todos têm conhecimento das Escrituras. Todos ouviram a mensagem da proximidade da volta de Cristo e confiantemente O esperam. Como na parábola, porém, assim é agora. Há um tempo de espera; a fé é provada; e quando se ouvir o clamor: “Aí vem o Esposo! Saí-Lhe ao encontro!” (Mateus 25:6), muitos não estarão preparados. Não têm óleo em seus vasos nem em suas lâmpadas. Estão destituídos do Espírito Santo.

Sem o Espírito de Deus, de nada vale o conhecimento da Palavra. A teoria da verdade não acompanhada do Espírito Santo, não pode vivificar a mente, nem santificar o coração. Pode estar-se familiarizado com os mandamentos e promessas da Bíblia, mas se o Espírito de Deus não introduzir a verdade no íntimo, o caráter não será transformado. Sem a iluminação do Espírito, os homens não estarão aptos para distinguir a verdade do erro, e serão presa das tentações sutis de Satanás.

Insensatez e Loucura

Imprudentes

Ezequiel 33:31. A classe representada pelas virgens loucas não é hipócrita. Têm consideração pela verdade, advogaram-na, são atraídos aos que crêem na verdade, mas não se entregaram à operação do Espírito Santo. Não caíram sobre a rocha, que é Cristo Jesus, e não permitiram que sua velha natureza fosse quebrantada. Essa classe é representada, também, pelos ouvintes comparados ao pedregal. Recebem a Palavra prontamente; porém, deixam de assimilar os seus princípios. Sua influência não permanece neles. O Espírito trabalha no coração do homem de acordo com o seu desejo e consentimento, nele implantando natureza nova; mas a classe representada pelas virgens loucas contentou-se com uma obra superficial. Não conhecem a Deus; não estudaram Seu caráter; não tiveram comunhão com Ele; por isso não sabem como confiar, como ver e viver. Seu serviço para Deus degenera em formalidade. “Eles vêm a Ti, como o povo costuma vir, e se assentam diante de Ti como Meu povo, e ouvem as Tuas palavras, mas não as põem por obra; pois lisonjeiam com a sua boca, mas o seu coração segue a sua avareza.”

2 Timóteo 3:1-5. O apóstolo Paulo assinala que essa será a característica especial dos que vivem justamente antes da segunda vinda de Cristo. Diz: “Nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos; porque haverá homens amantes de si mesmos... mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela.”

A Igreja Dos Últimos Dias

Duas Classes

—O Grande Conflito, cap. 22— A parábola das dez virgens de Mateus 25, ilustra também a experiência do povo adventista. Em Mateus 24, em resposta à pergunta dos discípulos relativa aos sinais de Sua vinda e do fim do mundo, Cristo indicara alguns dos acontecimentos mais importantes da história do mundo e da igreja, desde o Seu primeiro advento até ao segundo, a saber: a destruição de Jerusalém, a grande tribulação da igreja sob a perseguição pagã e papal, o escurecimento do Sol e da Lua, e a queda de estrelas. Depois disto, falou a respeito de Sua vinda em Seu reino, e expôs a parábola que descreve as duas classes de servos que Lhe aguardam o aparecimento. O Capítulo 25 inicia-se com estas palavras: “Então o reino dos Céus será semelhante a dez virgens.” Aqui se faz referência à igreja que vive nos últimos dias, a mesma que é indicada no fim do Capítulo 24. Sua experiência é ilustrada nessa parábola pelas cenas de um casamento oriental.

—O Grande Conflito, cap. 22— A vinda de Cristo, como era anunciada pela mensagem do primeiro anjo, entendia-se ser representada pela vinda do esposo. A reforma espiritual que se generalizou sob a proclamação de Sua segunda vinda, correspondeu à saída das virgens. Nesta parábola, como na de Mateus 24, duas classes são representadas. Todas haviam tomado suas lâmpadas, a Bíblia, e mediante sua luz saíram para encontrar o esposo. Mas, enquanto “as loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo”, “as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas.” A última classe tinha recebido a graça de Deus, e o poder do Espírito Santo, que regenera e alumia, tornando a Palavra divina uma lâmpada para os pés e luz para o caminho. No temor de Deus estudaram as Escrituras, para aprenderem a verdade, e fervorosamente buscaram a pureza de coração e de vida. Possuíam uma experiência pessoal, fé em Deus e em Sua Palavra, que não poderiam ser derrotadas pelo desapontamento e demora. Outras, “tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo.” Haviam-se movido por um impulso de momento. Seus temores foram excitados pela mensagem solene, mas haviam dependido da fé que possuíam seus irmãos, estando satisfeitos com a luz vacilante das boas emoções, sem terem compreensão perfeita da verdade, nem experimentarem uma genuína operação da graça no coração. Tinham saído para encontrar-se com o Senhor, cheios de esperanças, com a perspectiva de imediata recompensa; mas não estavam preparados para a demora e desapontamento. Quando vieram as provações, faltou-lhes a fé, e sua luz se tornou bruxuleante.

A Última Crise

—Parábolas de Jesus, cap. 29— A vinda do esposo foi à meia-noite — a hora mais tenebrosa. Assim a vinda de Cristo será no período mais tenebroso da história deste mundo. Os dias de Noé e de Ló ilustram a condição do mundo exatamente antes da vinda do Filho do homem. Apontando para esse tempo, declaram as Escrituras que Satanás trabalhará com todo poder e “sinais, e prodígios de mentira”. 2 Tessalonicenses 2:9. Sua obra é revelada claramente pelas trevas que se adensam rapidamente, pela multidão de erros, heresias e enganos destes últimos dias. Satanás não só leva cativo o mundo, porém suas ilusões infectam até as professas igrejas de nosso Senhor Jesus Cristo. A grande apostasia se desenvolverá em trevas tão densas como as da meia-noite, impenetráveis como a mais intensa escuridão. Para o povo de Deus será uma noite de prova, noite de lamentação, noite de perseguição por causa da verdade. Mas nessa noite de trevas brilhará a luz de Deus.

—Parábolas de Jesus, cap. 29— Numa crise é que o caráter é revelado. Quando a voz ardorosa proclamou à meia-noite: “Aí vem o Esposo! Saí-lhe ao encontro!” (Mateus 25:6), e as virgens adormecidas ergueram-se de sua sonolência, foi visto quem fizera a preparação para o evento. Ambos os grupos foram tomados de surpresa; porém, um estava preparado para a emergência, e o outro não. Assim agora uma calamidade repentina e imprevista, alguma coisa que põe a pessoa face a face com a morte, mostrará se há fé real nas promessas de Deus. Mostrará se está sustida na graça. A grande prova final virá no fim do tempo da graça, quando será tarde demais para se suprirem as necessidades do espírito.

—Parábolas de Jesus, cap. 29— As dez virgens estão esperando na noite da história deste mundo. Todas dizem ser cristãs. Todas têm uma vocação, um nome, uma lâmpada, e todas pretendem fazer a obra de Deus. Todas aguardam, aparentemente, a volta de Cristo. Cinco, porém, estão desprevenidas. Cinco serão encontradas surpreendidas, aterrorizadas, fora do recinto do banquete.

Textos Bíblicos

Servos Infieis Resposta de Deus
No dia final muitos hão de requerer admissão ao reino de Cristo, dizendo: “Temos comido e bebido na Tua presença, e Tu tens ensinado nas nossas ruas.” Lucas 13:26. Mas a resposta será: “Digo-vos que não sei de onde vós sois; apartai-vos de mim.” Lucas 13:27
“Senhor, Senhor, não profetizamos nós em Teu nome? E, em Teu nome, não expulsamos demônios? E, em Teu nome, não fizemos muitas maravilhas?” Mateus 7:22. Nesta vida não tiveram comunhão com Cristo; por isto não conhecem a linguagem do Céu, são estranhos às suas alegrias. “Porque qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.” 1 Coríntios 2:11.

—Parábolas de Jesus, cap. 29— As palavras mais tristes que caíram em ouvidos mortais são aquelas da sentença: “Não vos conheço.” Mateus 25:12. Unicamente a comunhão do Espírito que desprezastes poderia unir-vos à multidão jubilosa que estará no banquete das bodas. Não podereis participar dessa cena. Sua luz incidiria sobre olhos cegos, e sua melodia em ouvidos surdos. Seu amor e alegria não fariam soar de júbilo corda alguma do coração entorpecido pelo mundo. Sois excluídos do Céu por vossa própria inaptidão para a sua companhia.

Não podemos estar prontos para encontrar o Senhor, acordando ao ouvir o brado: “Aí vem o Esposo!” Mateus 25:6.. e então tomar nossas lâmpadas vazias para enchê-las. Não podemos viver apartados de Cristo aqui, e ainda assim estar aptos para a Sua companhia no Céu.

Apelo de Deus

Edificar Sobre a Rocha

Mateus 7:24-27. 24- Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras e as praticaoassemelhá-lo-ei ao homem sábio, que construiu a sua casa sobre a rocha. 25- E desceu a chuva, vieram as inundações, e sopraram os ventos e golpearam contra aquela casa, mas ela não caiu, porque estava fundada sobre a rocha. 26- E aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia. 27- E desceu a chuva, vieram as inundações, e sopraram os ventos e golpearam contra aquela casa, e ela caiu, e grande foi a sua queda.

Apocalpse 3:14-22.Apocalpse 3:14-22. 14- E ao anjo da igreja dos Laodicenses escreve: Estas coisas diz o Amém, a fiel e verdadeira testemunha, o princípio da criação de Deus: 15- Eu conheço as tuas obras, que não és nem frio nem quente. Eu gostaria que fosses frio ou quente. 16- Então, como tu és morno; e nem frio, nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. 17- Porque tu dizes: Eu sou rico, e cheio de bens, não tenho necessidade de nada; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego e nu. 18- Aconselho-te comprar de mim ouro refinado no fogo, para que tu sejas rico; e vestes brancas, para que te vistas, e que a vergonha da tua nudez não apareça; e que unjas teus olhos com colírio, para que possas ver. 19- A todos que eu amo, eu repreendo e castigo; sê zeloso, portanto, e arrepende-te. 20- Eis que eu estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, virei a ele, e cearei com ele e ele comigo. 21- Ao que vencer, permitirei que assente comigo em meu trono, assim como eu também venci e estou assentado com meu Pai em seu trono. 22- Aquele que tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.